Seminário do Marolo demonstra potencialidades da fruta


O II Seminário do Marolo aconteceu   na cidade de Paraguaçu e contou com a presença do vice-reitor, Edmêr Silvestre Júnior e dos professores da UNIFAL-MG, Flávia Della Lúcia, Virgínia de Carvalho e Marcelo Polo e ainda do engenheiro florestal da Emater, Antônio Henrique, do professor do Ifet Sul de Minas, João Afonso de Carvalho e do representante da Associação dos Maroleiros de Paraguaçu, José Carlos de Morais.

Durante a abertura do evento, o vice-reitor enfatizou que se tratava de espaço propício para apresentação e discussão dos trabalhos referentes a esse “patrimônio do Sul de Minas”. Os pesquisadores participantes da mesa redonda colocaram ideias sobre o plantio da espécie, seu valor nutricional, estocagem, aceitabilidade pelo consumidor, além dos fatores políticos econômicos que giram em torno da produção do fruto.

Em sua primeira edição, coordenado pelos professores, Marcelo Rezende e Flavia Della Lúcia o evento criou um laço de oportunidades de debate sobre a importância ambiental, econômica, social, cultural e científica do marolo. Além de garantir a cadeia produtiva com laços fortes entre o produtor, o manipulador/artesão e o comerciante, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da região. “Nesta segunda edição já vemos, baseado nas pesquisas que vem sendo feitas na UNIFAL-MG, desde 2007, um horizonte promissor sobre esse fruto tão especial”, destacaram os pesquisadores.

O evento continua com feiras gastronômicas, concursos de culinária, além do festival de música, “Marolo de Ouro”, que valoriza a musica do interior mineiro.

height=312

height=312

You may also like...

0 thoughts on “Seminário do Marolo demonstra potencialidades da fruta”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *