Minas Gerais tem a pior malha viária do Sudeste

Minas Gerais tem 91,5% de suas rodovias estaduais e federais com pista simples de mão dupla. São 12.746 quilômetros de estradas nesta situação, conforme pesquisa divulgada pela CNT (Confederação Nacional de Transportes). O levantamento  avaliou 13.931 dos 34.176 quilômetros da malha rodoviária do Estado. Foram classificadas como péssimas e ruins 27,5%, o pior resultado da Região Sudeste. Em São Paulo apenas 4,2% da malha são péssimas ou ruins. No Rio de Janeiro este percentual foi de 11,4%, e no Espírito Santo 22,7% .

Entre os dias de 3 de maio a 8 de junho, 15 equipes de pesquisadores avaliaram as condições de conservação do pavimento, da sinalização e da geometria viária de 90.945 quilômetros das estradas brasileiras, que incluem toda a rede federal pavimentada e a malha constituída pelas principais rodovias estaduais. De acordo com a pesquisa, 14,7% das rodovias avaliadas são classificadas como ótimas, 26,5% como boas, 33,4% são regulares, 17,4% estão ruins e 8%, péssimas. Conforme o levantamento da CNT, 9,2% das estradas mineiras foram classificadas como ótimas, enquanto em São Paulo 67% receberam esta classificação. Por outro lado, apenas 5,9% da malha estadual tem pista dupla com canteiro central, totalizando 822 quilômetros.

Segundo a CNT, em relação ao ano de 2009, houve melhoria na extensão do pavimento classificado como ótimo ou bom, de 8,3 pontos percentuais. A sinalização também melhorou na extensão dos trechos classificados como ótimos ou bons, de 5,7 pontos percentuais, e nos trechos ruins ou péssimos houve um aumento de 6,2 pontos percentuais.

O DNIT (Departamento de Infraestrutura de Transportes) investiu neste ano, em Minas, R$ 1,1 bilhão, totalizando 50 trechos com melhorias no pavimento e 5 mil quilômetros de rodovias. O ProMG (Programa de Recuperação e Manutenção Rodoviária do Estado de Minas Gerais) investiu desde 2006 R$ 729,6 milhões, na recuperação de 4.225 quilômetros de rodovias. Segundo o Governo de Minas, o programa já foi implantado em 12 das 40 coordenadorias regionais do DER.

O Governo do Estado iniciou em junho de 2010 a implantação de um novo programa, que prevê o asfaltamento de  223 trechos de rodovias estaduais, totalizando mais de 7,6 mil quilômetros de estradas, e beneficiando diretamente cerca de 300 municípios mineiros.

You may also like...

0 thoughts on “Minas Gerais tem a pior malha viária do Sudeste”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *