Bancários aderem à greve no Sul de Minas

 


Os profissionais de pelo menos 10 cidades do Sul de Minas já aderiraram à greve. Em Poços de Caldas, cerca de 400 bancários vão fazer uma passeata pelas ruas centrais da cidade nesta quarta-feira (6) a partir das 9h. Com isso o atendimento bancário vai começar somente após o meio-dia. De acordo com o representante do sindicato, Agnaldo Alves Viana, a passeata foi decidida durante uma assembléia realizada na manhã desta terça-feira (5). Os bancários reivindicam um aumento salarial de 11%, porém a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) oferece 4,29%.

Em Varginha e Pouso Alegre, as agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil estão paralisadas. Em Lavras, apenas as agências da Caixa aderiram à greve. Em Passos, uma reunião na tarde desta terça-feira será feita para decidir a adesão ao movimento. Em Itajubá, os bancários ainda não aderiram à greve e trabalham normalmente.

Por causa da greve, alguns serviços dos caixas eletrônicos podem não funcionar. Como o abastecimento depende dos funcionários, alguns caixas podem ficar vazios. Quem não conseguir sacar no serviço de auto atendimento da Caixa Econômica Federal, pode ir às agências lotéricas. Mas quem não conseguir sacar nas agências do Banco do Brasil, deve procurar algum banco que não esteja em greve.

– Confira abaixo outras cidades em que os bancários também paralisaram as atividades:

Campanha, Boa Esperança, Cambuquira, Conceição do Rio Verde, Três Corações, Campanha e Bom Sucesso

– Municípios que podem aderir à paralisação:

Machado, Alfenas e Lambari

You may also like...

0 thoughts on “Bancários aderem à greve no Sul de Minas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *