A estratégia que dá certo


           Ontem, 17 de março, uma grande fila foi organizada logo pela manhã em frente ao Clube XV de Novembro. O motivo foi o início da liquidação de uma grande loja de calçados que se estenderá até o próximo domingo, dia 20. O horário de funcionamento é das nove às dezoito horas.
Para evitar tumultuo e garantir o bom atendimento um sistema de fichas assegura a ordem na fila e controla o número de pessoas dentro do Club XV. Estão à disposição dos clientes trinta e oito funcionários, são balconistas, atendentes, seguranças e pessoal da limpeza, sendo trinta contratados especialmente para o evento.
           A empresária Simone Palmieri Prado, proprietária da KliKlos Calçados, está satisfeita com o resultado obtido com as liquidações que também são realizadas em Areado, onde ela tem outra loja.  “Com as liquidações podemos incluir mais classes sociais, conquistar novos clientes, renovar os produtos e ainda gerar empregos”, explica. As liquidações garantem não apenas preços baixos, mas também a qualidade. Simone deixa claro que a mercadoria em liquidação não é ponta de estoque e sim produtos de qualidade da loja. 
           A empresária ressalta que a queima de estoque promove a renovação da mercadoria e garante que as últimas coleções lançadas no mercado sempre estejam nas vitrines e prateleira das suas lojas. “Nós fazemos duas queimas por ano. Quando está chegando o verão liquidamos as coleções do inverno e chegando o inverno liquidamos as coleções de verão”, explica Simone.
           Nas três primeiras horas após abertura a kliklos Calçado já havia atendido mais de quinhentos clientes na loja temporária montada no Club XV de Novembro e ninguém saiu de mãos vazias. O estoque em liquidação atende a toda família, são calçados em diversos estilos: esportivos, sociais, femininos, masculinos e infantis além de diversos assessórios. No entanto é preciso ter consciência, economistas alertam que mesmo em liquidações é preciso planejamento para não comprar acima do que é necessário e evitar dívidas que estourem o orçamento.

Por Leonardo Miranda Alves

height=500
Mara Hâny Vieira Silva  veio de campo do meio para comprar vinte pares de sapatos e disse ter  feiro boa econômia
height=451

Iago Isaias de Areado compra quarenta pares de sapato para revender no atacado


Foram criadas trinta empregos temporarios Maria Aparecida Alexandro (à esquerda) desempregada vê no emprego temporario uma boa ajuda para a renda

height=500
 Simone Palmieri Prado proprietária da KliKlos Calçados

height=451
 

You may also like...

0 thoughts on “A estratégia que dá certo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *