Vigilância Epidemiólogica intensifica comate ao mosquito da dengue

            

A Prefeitura de Alfenas, através da Vigilância Epidemiológica de Alfenas está intensificando seus trabalhos e vem realizando dentro da campanha anual de combate à dengue, parcerias com empresas e instituições privadas, proferindo palestras de conscientização e concursos nas escolas municipais e estaduais.
O objetivo é a conscientização das crianças e jovens sobre o problema do mosquito e de sua proliferação. “A expectativa é que o jovem já cresça consciente de que para evitar a dengue todos são responsáveis e que ele também faz parte desse todo e deve ter participação no processo. Fazer com que o ato de manter limpo o lugar em que vive e não manter água parada, seja uma coisa natural e necessária no seu cotidiano”, disse o educador em Saúde do Controle de Zoonoses, Edmauro Pereira.
Também estão incluídos no projeto Cidade Escola alunos da rede estadual que estão participando de palestras, concursos de desenho e redação, oferecidos pelo Setor de Zoonoses.
Na escola Ismael Brasil Correa serão plantadas duas espécies de plantas que ajudam a combater o mosquito, a Crotalária que atraem as libélulas que são predadoras do mosquito, e a Citronela que funciona como repelente por causa do seu odor.
Os alunos farão o plantio e o cultivo da planta, sendo acompanhados pelos estudantes do curso de Agronomia da UNIFENAS e dos agentes da Vigilância Epidemiológica, que farão palestras sobre a eficácia das plantas no combate ao mosquito. “Após os primeiros experimentos, a idéia é que os alunos possam levar as plantas para suas casas e terão como trabalho escolar a divulgação para seus familiares. A nossa intenção é levar essas plantas para outras escolas, realizando um trabalho em toda a cidade”, ressaltou a educadora em Saúde, Fernanda Reis.
Dia 6 de maio a escola Ismael Brasil Correa estará participando de um mutirão com os agentes da Zoonose e alunos do curso de Agronomia da Unifenas, onde irão desenvolver trabalho de campo e será mostrado na prática o trabalho desses agentes.
Desde o início do ano a Vigilância Epidemiológica teve 28 notificações suspeitas de dengue à espera de resultado e dois casos já foram confirmados.
Segundo o educador de Saúde, Edmauro, o saldo ainda é positivo. “O trabalho de divulgação e conscientização tem um papel importantíssimo na luta contra a dengue, não basta tratar tem que conscientizar,” finalizou o educador.

You may also like...

0 thoughts on “Vigilância Epidemiólogica intensifica comate ao mosquito da dengue”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *