Dez das 11 universidades federais em Minas confirmam Enem no processo seletivo

Sinal verde para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nas universidades de Minas. Dez das 11 instituições federais de ensino superior do estado vão usar a nota do Enem em seus processos seletivos. A única dúvida até o momento é a Federal de Itajubá (Unifei), que não definiu as normas do seu próximo vestibular. A tendência é de que siga o modelo de 2010, quando as vagas foram preenchidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que usa a nota do exame nacional como critério de seleção dos candidatos.

Na universidades federais de Minas Gerais (UFMG) e de Juiz de Fora (UFJF), o Enem vai substituir a primeira etapa do vestibular 2012. Na UFMG, há duas grandes mudanças em relação ao ano passado: a nota da redação será considerada apenas na segunda etapa, e não como parte da primeira fase. E foi introduzida prova de língua portuguesa e literatura brasileira para candidatos a 44 cursos de graduação. Além disso, as provas da segunda fase foram antecipadas para a primeira quinzena de janeiro.

Nas demais universidades, a grande vedete continua sendo o Sisu. O sistema, usado pelo MEC desde o ano passado para preencher vagas nas federais usando a nota do Enem, será adotado em sete instituições de Minas (veja quadro). O Sisu funciona como um leilão de vagas, em que o estudante pode consultar a nota de corte do curso em que pretende se inscrever e saber as chances de aprovação. Outra vantagem do programa é que o candidato pode concorrer a vagas de instituições de todo o país, se inscrevendo apenas pela internet, por meio da nota do Enem.

Prazo

Esta sexta-feira é o último dia para fazer o cadastro no Enem. Os interessados devem acessar, até as 23h59, os sites www.enem.inep.gov.br ou http: //sistemasenem2.inep.gov.br/ inscricao, com CPF e documento de identidade em mãos. A taxa de inscrição é de R$ 35, com vencimento até 13 de junho, em agências do Banco do Brasil. A isenção da taxa é garantida a alunos que estiverem cursando o último ano do ensino médio (concluintes) em instituições públicas. Estudantes de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade financeira também podem pedir isenção.

De acordo com balanço do MEC, cerca de 4,6 milhões de candidatos fizeram a inscrição. A expectativa é de que 6 milhões façam as provas em 22 e 23 de outubro. Quem ainda não se inscreveu deve correr e não deixar o cadastro para a última hora. Apesar de o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão do ministério responsável pelo Enem, ter dobrado a infraestrutura tecnológica para receber até 120 mil inscrições por hora, o número de acessos pode provocar congestionamentos no sistema nos próximos dias.

Candidato ao curso de medicina, Paulo Henrique Resende, de 23 anos, já se adiantou e garantiu a participação no Enem. Com a inscrição feita e o boleto pago, ele agora concentra as energias na preparação para o teste. “Fiz meu cadastro na semana passada para ficar livre logo. Além disso, sempre tive medo de o site travar na etapa final da inscrição, como já ocorreu em anos anteriores. Meu conselho para os colegas é não deixarem para a última hora”, diz Paulo Henrique.

Saiba mais

UFMG – Enem substitui a primeira etapa do Vestibular 2012. Segunda etapa de 3 a 10 de janeiro de 2012.

UFJF (Juiz de Fora) – O vestibular do meio do ano terá provas tradicionais, sem aproveitamento da nota do Enem. Para o fim do ano, o Enem substitui a primeira etapa. A segunda será em 19 e 20 de dezembro. Três cursos terão os candidatos selecionados exclusivamente pelo Sisu (70% das vagas) e pelo Programa de Ingresso Seletivo Misto (Pism) (30% das vagas).

Ufop (Ouro Preto) – Todas as vagas do vestibular do meio do ano e de 2012 serão preenchidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), com base na nota do Enem 2010.

UFSJ (São João del-Rei) – No vestibular 2012, o estudante poderá optar por usar a nota do Enem ou a obtida na prova de conhecimentos gerais do processo seletivo tradicional. Além disso, 10% das vagas reservadas ao Sisu.

UFV (Viçosa) – 80% das vagas preenchidas pelo Sisu e 20% para o Programa de Avaliação Seriada para Ingresso no Ensino Superior (Pases).

Ufla (Lavras ) – Todas as vagas do meio do ano preenchidas pelo Sisu, com base na nota do Enem 2010. Para o vestibular 2012, 60% serão dedicadas ao Sisu e 40% pelo Processo de Avaliação Seriada (PAS).

UFU (Uberlândia) – Vagas do vestibular 2012 preenchidas pelo Sisu. Exceções: cursos de arquitetura e urbanismo, artes visuais, dança, design de interiores, música, teatro e tradução, com processos seletivos próprios.

Unifal (Alfenas) – Todas as vagas do vestibular para o segundo semestre de 2011 e de 2012 preenchidas pelo Sisu.

UFVJM (Vales do Jequitinhonha e do Mucuri)  No vestibular 2012, metade das vagas via Sisu e outra metade pelo Programa de Seleção Seriada.

UFTM (Triângulo Mineiro)  No vestibular do meio do ano, nota do Enem 2010 será usada na composição da primeira fase, se for maior ou igual à da prova de conhecimentos gerais do processo seletivo, num índice de 50%. Prova de conhecimentos gerais será em 19 de junho. A segunda etapa em 10 de julho. Sem definição para 2012.

Unifei (Itajubá) – As regras do vestibular 2012 ainda não foram definidas.

Uemg – O vestibular 2012 terá provas tradicionais, sem aproveitamento da nota do Enem. Os testes gerais serão aplicados em 27 de novembro e também haverá exames específicos para alguns cursos.

Unimontes (Montes Claros)  Não usa a nota do Enem na seleção. Provas tradicionais do vestibular do meio do ano serão em 12 de junho. Parte das vagas é reservada ao sistema de cotas e ao Programa de Avaliação Seriada.

You may also like...

0 thoughts on “Dez das 11 universidades federais em Minas confirmam Enem no processo seletivo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *