Ufla é considerada a melhor universidade de MG, diz IGC

A Universidade Federal de Lavras (Ufla) é considerada a melhor universidade de Minas Gerais, segundo o Índice Geral de Cursos (IGC). Com nota 4,25, a instituição ainda ficou com o 3º lugar no ranking nacional, ficando atrás da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Universidade Federal do ABC.

O índice avaliou cursos de graduação e pós-graduação. Ainda na região, a Universidade Federal de Alfenas (Unifal) ficou na 23ª posição e a Universidade de Itajubá (Unifei) na 26ª no ranking nacional.

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) foi considerada a segunda melhor do estado e a quinta no país.

 

O cálculo do IGC inclui a média ponderada dos Conceitos Preliminares de Curso e os conceitos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), responsável por avaliar os programas de pós-graduação das instituições. O conceito varia entre 1 e 5 e o MEC considera insuficiente qualquer conceito abaixo de 3.

Já a composição do CPC tem três pesos: 55% da nota corresponde ao desempenho dos estudantes concluintes do curso no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), 30% equivale à titulação dos professores e ao seu regime laboral, e 15% da nota é composta dos índices de infra-estrutura e organização didático-pedagógica da instituição.

É possível ver ainda quantos estudantes em fase de conclusão do curso foram inscritos no Enade e quantos deles participaram da prova –no total, 374.220 concluintes estavam inscritos, e 302.098 fizeram o Enade. A planilha revela quantos estudantes ingressaram no curso e a porcentagem deles que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

 

Em coletiva de imprensa nesta quinta, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou que entre 2008 e 2011 houve uma "melhora generalizada" na qualidade dos cursos e instituições. "Há uma série de esforços, de requisitos que estão levando à evolução", afirmou ele, durante entrevista coletiva em Brasília nesta quinta. Ele creditou parte da evolução a iniciativas como o Programa Universidade para Todos (Prouni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que atrela a participação de instituições privadas à manutenção de índices mínimos de qualidade.

Mercadante afirmou que o ministério será "rigoroso" na aplicação de penalidades às instituições que permanecerem em índices insuficientes.

Metade das instituições (1.081, ou 50,6% do total) tiveram conceito 3, enquanto 190 instituições (8,9%) alcançaram o conceito 4 do índice. Apenas 27 delas, o correspondente a 1,3% do total, tiveram a nota máxima no Índice Geral de Cursos.

 

Do G1 Sul de Minas

You may also like...

0 thoughts on “Ufla é considerada a melhor universidade de MG, diz IGC”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *