Aposentado é internado em UTI por suspeita de erro médico em Alfenas

Um homem de 83 anos está internado na UTI de um hospital particular de Alfenas (MG) desde sexta-feira (8) e a família suspeita de erro médico. Segundo relato dos familiares à Polícia Militar, o aposentado José Luiz Pereira teria recebido alimento pelo cateter ligado à veia no lugar de medicação. Ele estava internado em um quarto do hospital há cerca de duas semanas para tratar uma pneumonia. Na sexta-feira, os parentes da vítima acionaram a polícia e registraram um boletim de ocorrência depois que o senhor foi encaminhado para a UTI.

height=465

Segundo o tenente da Polícia Militar, João Elísio de Souza Júnior, o erro teria sido cometido por uma auxiliar de enfermagem por volta das 7h, mas só foi identificado cerca de 2h depois da aplicação por outro profissional de enfermagem. A auxiliar teria dado a comida pelo cateter ligado à veia do idoso, e não pela sonda que levaria a comida diretamente para o estômago. O outro profissional foi dar o banho diário na vítima por volta das 9h e descobriu o que tinha acontecido.

O aposentado continua internado na UTI e seu estado de saúde é estável, segundo informações do hospital. A família não quis se pronunciar sobre o assunto. O diretor clínico do hospital, Paulo Celso Bastos Bernardes, estava em uma cirurgia na manhã desta segunda-feira (11), mas informou que dará mais informações sobre o caso durante a tarde.

fonte: G1 Sul de Minas

 

O diretor de um hospital particular de Alfenas (MG) onde um idoso de 83 anos está internado na UTI desde a última sexta-feira (8), confirmou que houve erro médico no tratamento do paciente. O aposentado José Luiz Pereira, que estava internado em um quarto do hospital há cerca de duas semanas para tratar uma pneumonia, teria recebido alimento pelo cateter ligado à veia no lugar de medicação. Uma sindicância interna foi aberta para apurar o caso.

"O hospital admite que houve uma falha humana e nós abrimos uma sindicância para apurar o que de fato aconteceu", afirma o diretor clínico do hospital, Paulo Celso Bastos Bernardes.

O movimento no hospital foi grande nesta segunda-feira (11), já que policiais civis trabalharam na investigação. Na sexta-feira, os parentes da vítima acionaram a polícia e registraram um boletim de ocorrência depois que Pereira foi encaminhado para a UTI. Segundo o boletim, o hospital confirmou o erro do procedimento médico à família.

O estado de saúde do paciente é estável. A família, que mora em Machado (MG), está abalada e não quis se pronunciar. O hospital afirmou que está dando o apoio necessário.

Segundo a Polícia Civil, os envolvidos no caso devem ser ouvidos ainda esta semana pela delegada de Alfenas, Renata Rezende. A direção do hospital não quis dar mais detalhes sobre o caso.

 

 O caso aconteceu na última sexta-feira no Instituto de Medicina Especializada Alfenas (Hospital IMESA), uma instituição particular. 

 

Segundo a delegada Renata Rezende, que está à frente das investigações desde de segunda-feira, já foram ouvidos alguns filhos de José Luiz Pereira, de 83 anos, além de médicos que tomaram conhecimento do fato e a equipe administrativa. “A perícia médica já foi acionada para fazer um laudo. O médico legista já esteve no hospital para examiná-lo. Agora ele se encontra na UTI com quadro estável. Esperamos a conclusão dos exames”, explica a delegada, que aguarda o resultado do laudo até a próxima semana. 

 

De acordo com a Polícia Militar (PM) da cidade, familiares do idoso fizeram um boletim de ocorrência na semana passada relatando o caso. O aposentado estava internado há pelo menos duas semanas com pneumonia. Segundo eles, às 7h do dia 8, uma técnica em enfermagem do hospital inseriu a alimentação no cateter ligado à veia do paciente ao invés de utilizar a sonda ligada diretamente ao estômago. O erro só foi descoberto duas horas depois quando um outro técnico foi dar banho no paciente. 

 

Em entrevista na segunda-feira, o diretor clínico do hospital, Paulo Celso Bastos Bernardes, informou que o hospital está fazendo uma auditoria interna para apurar o caso. A técnica em enfermagem foi afastada das funções. Nesta terça-feira, o hospital informou que o diretor estava em reunião e não poderia atender a reportagem. A família do idoso é da cidade de Machado. Pela manhã, uma das filhas de José Luiz disse que o hospital está prestando apoio à família, que está muito abalada com o ocorrido e prefere não dar mais detalhes sobre o assunto.

You may also like...

0 thoughts on “Aposentado é internado em UTI por suspeita de erro médico em Alfenas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *