População adere à Marcha da Defesa Animal após envenenamentos em MG

Indignados com o número crescente de animais mortos por envenenamento no município de Rio Paranaíba , no Alto Paranaíba, a população aderiu à “Marcha da Defesa Animal” na tarde deste domingo (24). O evento é a nível nacional e, na cidade, a organização partiu da Associação de Defensores e Amigos do Meio Ambiente (Adama). O intuito é buscar mobilização contra os maus-tratos dos animais e penas mais rígidas aos agressores.

Segundo a servidora da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e membro do Conselho Deliberativo da Adama, Claudiane Silva Carvalho, os manifestantes querem a criação de um abrigo para animais a fim de que os mesmos sejam tirados das ruas e não corram mais risco de morte. “Só hoje, temos 17 filhotes recém-nascidos de cadelas abandonadas na cidade. São quatro cadelas que pariram e os filhotes estão jogados em algum lugar”, disse.

E para chamar atenção da população, cerca de 100 pessoas aderiram à marcha e saiu às ruas da cidade, por volta das 13h. Com faixas, cartazes e carro de som, os manifestantes saíram do Posto do Geraldinho/Bar do Xerife, desceram pela Rua Capitão Franklin de Castro e encerraram o protesto na Praça da Matriz.

De acordo com Claudiane, os participantes usaram camisetas que foram vendidas para arrecadar fundos e ajudar a associação. "Duzentas pessoas compraram a camiseta e a renda foi de R$ 1 mil. Vamos nos reunir nesta semana para prestar contas e discutir onde o dinheiro será investido", disse. Este foi o primeiro evento próprio em defesa de animais realizado em Rio Paranaíba, porém, com a matança que ocorreu nos últimos meses e com a criação da Adama, a vontade foi despertada nos moradores e defensores da causa animal.

A bandeira de apoio aos animais foi levantada em uma manifestação ocorrida no mês de julho, onde a população e principalmente os estudantes da UFV foram às ruas cobrar por mudanças seguindo o movimento nacional. “Nesse evento, inclusive, tivemos a participação do Dentinho (cachorro mais famoso da cidade) e Princesa Soraia, a cadela mais famosa da cidade que morreu envenenada há cerca de uma semana”, lamentou Claudiane.

FONTE: SITE G1 TRIÂNGULO MINEIRO.
 

You may also like...

0 thoughts on “População adere à Marcha da Defesa Animal após envenenamentos em MG”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *