Terroristas dizem que 137 reféns morreram em sequestro no Quênia

NAIRÓBI – Autoridades quenianas temem que o número de mortos no ataque ao shopping Westgate, em Nairóbi, possa aumentar drasticamente depois que se descobriu que três andares do complexo comercial desabaram. O grupo islâmico al-Shabab, que reivindicou o ataque, afirmou que 137 reféns perderam suas vidas, número muito superior aos 72 informados pelas autoridades anteriormente, e responsabilizou o governo pela tragédia.

“Após fracassar ao vencer os mujahedins (guerrilheiros) dentro do centro comercial, o governo queniano espalhou gases químicos para finalizar o assédio”, afirmou o grupo por meio de sua conta no Twitter.

Segundo a Al-Shabab, o lançamento de projéteis com armas químicas dentro do centro comercial teria causado a morte de todos os reféns. O grupo disse ainda que, ao demolir o shopping, o Executivo do Quênia “enterrou todas as provas e os reféns sob os escombros”.

De acordo com informações da al-Jazeera, as autoridades estão prevendo que o número de mortos supere a marca de cem, após ter conhecimento do desabamento de parte do shopping, que teria sido causado por um incêndio provocado pelos terroristas.

Segundo o jornal local The Standard, dezenas de corpos foram retirados do centro na madrugada de terça para quarta-feira, ao mesmo tempo que uma ligeira nuvem de fumaça subia do edifício.

O presidente Uhuru Kenyatta anunciou na noite de terça-feira que o cerco tinha terminado após quatro dias de sequestro, numa ação que deixou cinco terroristas mortos e 11 detidos, e pediu três dias de luto nacional pelas vítimas.

Kenyatta se recusou a confirmar as declarações da ministra do Exterior, Amina Mohamed, que na terça-feira disse que vários americanos e uma mulher britânica, Samantha Lewthwaite, conhecida como a “Viúva branca”, estaria entre os terroristas. O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido anunciou que um cidadão britânico – sem entrar em detalhes – foi preso em Nairóbi.

FONTE: SITE JORNAL O GLOBO.

You may also like...

0 thoughts on “Terroristas dizem que 137 reféns morreram em sequestro no Quênia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *