Luto oficial

Por Patricia de Oliveira

height=640Fotos: Arquivo de Família
O fundador da Vida Viva, Mério Rodrigues

O presidente da Associação Vida Viva em Alfenas, Mério Rodrigues Alves faleceu aos 76 anos, um dia após a comemoração de Natal, na noite de quinta-feira (26), vítima de um infarto. Natural de São Gotardo (MG), ele deixa a viúva Ilza, os filhos Merliza, Arlei e Mério Júnior, cinco netos e um bisneto. O corpo do ex-secretário de Saúde foi velado no Velório Municipal e o sepultamento aconteceu às 19h30.
O Prefeito de Alfenas Maurílio Peloso decretou luto oficial de três dias em decorrência do falecimento do cidadão que mudou os rumos dos doentes de câncer em Alfenas e região, oferecendo condições dignas, apoio e todo o aparato para poderem ter uma vida um pouco melhor durante o tratamento oncológico. 
Mério  chegou a exercer o cargo de secretário de Saúde por três meses, mas, por motivos particulares, de ordem familiar, pediu a exoneração do cargo que ocupava como secretário de Saúde de Alfenas (1º de janeiro de 2013 até 23 de abril de 2013). Kleuber Batista Rocha assumiu interinamente o cargo, onde está até hoje, indicado pelo próprio ex-secretário.

Um homem de bem

 Considerado um trabalhador incansável, lutou pelos portadores de câncer com profunda dedicação, deixando para todos, além do exemplo de trabalhador voluntário, um exemplo de pai, marido, avô, cidadão, enfim, um ser humano raro, íntegro e ético que mostrou pelos seus exemplos que não estamos apenas de passagem por este planeta.
Certamente Mério Rodrigues Alves está recebendo já em outro plano dimensional, não apenas as homenagens dos que aqui ficaram, mas de todos que já se foram e que receberam as benesses da ONG Vida Viva, por intermédio direto de seu fundador.
Consternado com a morte daquele que era considerado por todos como uma pessoa boníssima, o prefeito se solidarizou profundamente com família Rodrigues. Ele lamenta a perda de uma pessoa que se preocupava e que trabalhava muito para a melhoria de vida de outras pessoas. Maurílio Peloso sente profundamente a perda de um dos seus importantes colaboradores, que sempre mostrou um grande senso de dever e de solidariedade para com os mais necessitados de nossa cidade.

O grande Mérito de Mério

Dar Vida à Vida Viva: esse foi um dos maiores méritos de Mério que, juntamente à sua esposa Ilza, fundaram em 2002, com muita luta e incansável busca, a ONG.

Amigo desta jornalista, que teve o prazer de acompanhar todo o desenvolvimento da instituição beneficente de promoção de saúde e bem-estar aos portadores de câncer, não se contém ao falar desta pessoa ímpar, que deitava seu amor e cuidados para a família e para os milhares de pacientes assistidos pela entidade, seja de Alfenas ou de cidades vizinhas.
Realmente é difícil conter a emoção ao falar dessa brilhante pessoa. Sempre que esta repórter o encontrava, ele estava sorridente, com seu humor contagiante. Era de seu feitio deixar sempre a pessoa em estado melhor após passar por ele. “Sabe por que o sol apareceu hoje?” Me perguntava e eu ainda pensativa, logo ele mesmo respondia: “Porque ele tinha que aparecer para revelar a sua beleza!”
Assim era Mério Rodrigues. Um ser humano com uma bondade genuína que jamais se deixou levar pelo dinheiro e pelo status (foi gerente de banco, tendo assumido outros importantes cargos), conquistando muitas coisas em sua vida, que ele fazia questão de compartilhar com a família e com o seu maior investimento em prol das pessoas: a Vida Viva.
Ele nasceu sob o signo de Gêmeos, em 16 de junho de 1937. Formou-se pela Instituição de Ensino Fadom, em Divinópolis (MG) e em Administração em Varginha (MG), em 1977. Em 1958 terminou os ensinos básicos (atual Ensino Médio) pelo Colégio São Luiz, em Dores do Indaiá e na Escola Técnica Inconfidência, de Belo Horizonte. Em seguida começou a trabalhar no Banco do Brasil, onde assumiu a gerência.

Em nossas conversas, seja na redação do Jornal dos Lagos, nos eventos sociais, ou mesmo nos encontros que tínhamos pelas ruas da cidade, ele sempre anunciava algo ainda melhor para a ONG e eu, impressionada, perguntava: “Mas o senhor não para não, Seu Mério? Eu nunca o vi parado, descansando, está sempre buscando, lutando, batalhando pelos doentes de câncer! Não se cansa nunca?” Ao que ele me respondia, de forma graciosa, porém assertivamente: “A vida passa rápido demais. Não viemos ao planeta à passeio, somos aprendizes, estamos aqui para ajudar, para aprender a viver… Temos muito trabalho a realizar e ainda acho que estou fazendo muito pouco”.
Esse é o Mério Rodrigues que eu e muitas, mas muitas pessoas conheceram. Gente de verdade. Cidadão com todas as letras. Pai, marido, avô dedicado e certamente um filho também muito grato a seus pais.
Agora ele deixa nosso mundo para se encontrar com seus familiares que já se foram e continuar, com certeza, de onde estiver, seu trabalho a favor dos mais necessitados. Afinal, não é porque está deixando este plano, que cessará seu trabalho. De alguma forma estará ligado a ele, pois, pessoa como Mério Rodrigues, como disse acima, nunca para de trabalhar. E o trabalho para ele era algo que fazia com prazer, com toda a alegria. Ver Mério maravilhado era quando ele conseguia mais um carro para os assistidos, ou quando ganhava mais uma sala para que os médicos pudessem atendê-los. A felicidade dele era a felicidade que ele proporcionava aos portadores da doença que, por si só, já sofrem em demasia com o câncer, que geralmente avança por todo o organismo, sem clemência.
E tem mais: Ele não desperdiçava nada. Uma roupa doada, uma cama, um sabonete… Era contra todo e qualquer gênero de desperdício, que para ele era considerado imoral, haja vista as milhares de pessoas (principalmente idosos e crianças) que passam por necessidades básicas.
O universo tem uma harmonia ainda desconhecida por nós. Tudo nele tem um encadeamento, tudo se liga. Cada ação do fundador da Vida Viva refletirá em outras ações, gerando ainda mais desenvolvimento e ideias criativas, afinal, pensamento é energia e ela se projeta com direcionamento certeiro do plano sutil para este em que nos encontramos.

Agradecimento

Realmente temos o que fazer aqui na Terra, este planeta tão sofrido e tão necessitado de pessoas bondosas e generosas. Como sempre gostava de dizer Mério Rodrigues, não viemos a passeio, temos um trabalho a realizar, todos nós, sem exceção.
De acordo com Aline de Souza Campos: “Existem pessoas nesse mundo que tem o dom de transformar o lugar onde vivem. Quando elas passam, nada fica como antes! E o simples fato de existirem é uma alegria para todos ao seu redor. A existência de pessoas assim vai além dessa vida, ultrapassa os limites da morte. E elas se tornam eternas! Foi uma honra conhecer uma pessoa grandiosa como o senhor!”
E nós só temos a agradecer. Agradecer profundamente pela existência de Mério Alves Rodrigues: um exemplo de vida, de trabalho, de bondade, de integridade.
Muito obrigada, Sr. Mério!
Siga sua jornada com o coração tranquilo, com a consciência leve de quem fez tudo o que pode pelos outros, e receba de todos os que tiveram o prazer de conhece-lo, e também dos que por ti foram beneficiados, nossos sinceros agradecimentos.
Que uma imensidão de pétalas de rosas seja derramada para perfumar sua passagem.
Vá com Deus!

height=477Fotos: Arquivo de Família
Ceia de Natal 2012

height=480
Companheiro e marido dedicado, Mério abraça a esposa Ilza

height=480
Família Rodrigues em clima de comemoração atleticana

height=480
Mério com a camisa da Vida Viva, acompanhado de Suely e Dominic

height=480
Mério com a filha Merilza – sempre rodeado por jovens

height=480
Mério e Ilza – comemoração familiar

height=480
Mério Rodrigues em um Natal comemorado em família

height=480
Na sede da Vida Viva com a esposa e familiares

height=478
O casal Mério e Ilza com o prefeito Maurílio Peloso

height=480
O fundador da Vida Viva recebe homenagem de Priscila Siano: Um pedaço de mim vai embora com o senhor, meu avô, pai e mestre

height=477
Os netos queridos Lucas e Anna, com a  filha Merilza

height=480
Passeio merecido nos Estados Unidos, Mério e Ilza

Fonte: Alfenas Agora.

You may also like...

0 thoughts on “Luto oficial”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *