Corte de ipê branco de 60 anos gera polêmica no Sul de Minas

Moradores de São Sebastião do Paraíso (MG) estão indignados após o ipê branco de 60 anos da Praça Matriz ter sido cortado na última sexta-feira (3). De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente, a árvore estava com a estrutura comprometida e havia risco de cair.

O ipê branco foi plantado em 1956 e foi batizado de “Árvore da Amizade”. Em 1977, um decreto a tornava imune de corte, mas, mesmo assim, a retirada foi autorizada pelo Conselho Municipal de Conservação do Meio Ambiente (Codema).  A secretária de Meio Ambiente de São Sebastião do paraíso, Yara Borges, apresentou um laudo elaborado que comprovava a necessidade do corte. Segundo o documento, a árvore estava com o tronco principal oco devido a ação de formigas e outros parasitas.

“A Guarda Municipal nos informou que a árvore tinha uma rachadura grande e que um acidente poderia acontecer. Nós acionamos técnicos que foram até o local, avaliaram o estado do ipê e constataram que o risco existia. Não tivemos como salvá-la e infelizmente tivemos que sacrificá-la”, afirma a secretária.

De acordo com Yara, a prefeitura já está providenciando o plantio de um novo pé de ipê branco no local.

Fonte: Site G1 – Sul de Minas.

You may also like...

0 thoughts on “Corte de ipê branco de 60 anos gera polêmica no Sul de Minas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *