Engenheiro é encontrado morto no bairro Morro Chic em Itajubá, MG

Um engenheiro de 66 anos foi encontrado esfaqueado em uma rua no bairro Morro Chic, em Itajubá (MG), na noite desta segunda-feira (17). Segundo a Polícia Militar, Marcos Vinícius Ribeiro estava caído na Rua Rodrigues Seabra a cerca de 10 metros da casa onde morava.

Uma testemunha que mora perto da casa da vítima disse que guardava o carro na garagem por volta das 22h40 e quando foi fechar o portão, viu o homem caído no chão, já aparentemente morto. Ela acionou a polícia em seguida.

De acordo com a PM, as marcas de sangue começaram no cruzamento da rua em que ele foi encontrado com a Rua Doutor Hoffman e sugerem que a vítima tentou se arrastar até a casa dele, mas não conseguiu resistir aos ferimentos e morreu. Um óculos foi encontrado próximo ao local onde as agressões começaram e outro perto do corpo da vítima.

A perícia da Polícia Civil foi chamada e constatou que o engenheiro foi atingido por seis golpes aparentemente de uma faca, que atingiram o pescoço, o braço, o tórax e os dedos da vítima.

A possível faca usada no crime, de cerca de 25 centímetros, foi encontrada suja de sangue em frente a uma clínica médica na Rua Doutor Hoffman. Uma blusa cinza também foi encontrada entre as Ruas Doutor Miguel Viana com a Marechal Floriano, em frente a um supermercado. O material foi apreendido pela polícia. Ninguém foi preso.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Alírio Cleber Machado, a Polícia Civil trabalha com duas frentes de investigação: homicídio ou um latrocínio malsucedido. O delegado ainda não soube dizer se algo foi roubado do engenheiro. Segundo testemunhas disseram à polícia, o engenheiro teria sido visto pela última vez em um bar próximo à rodoviária, entre 19h30 e 21h30. Ainda não há suspeitos para o crime.

Crime universitária

O homicídio do engenheiro aconteceu a cerca de 200 metros de distância de onde a universitária Déborah Oliveira foi estuprada e estrangulada em agosto de 2013. O corpo da jovem foi encontrado no 2º piso de uma casa em construção na Rua Alameda Esperança, no bairro Morro Chic. Conforme a polícia, o local fica próximo ao caminho que a estudante costumava fazer para voltar para casa da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), onde estudava.

A região onde ela foi encontrada é conhecida como Alameda e à noite fica praticamente deserta. À época, moradores já haviam reclamado que o local é constantemente frequentado por andarilhos e usuários de drogas. O suspeito que matou a jovem usava drogas na construção e ao tentar assaltar Déborah, a levou para o local, a estuprou e matou a jovem. O homem cometeu o crime durante uma saída temporária do presídio, onde estava preso suspeito de ter cometido outro estupro.

Após o crime da universitária, a Prefeitura de Itajubá informou que adquiriu 150 novos postes de iluminação para serem instalados no Morro Chic, mas segundo a prefeitura, os mesmos ainda não foram instalados no bairro pela Cemig e em vários pontos da cidade ainda não foi feita a troca de lâmpadas para melhorar a iluminação na região.

A Cemig foi procurada e afirmou que a instalação dos postes é paga pela Prefeitura Municipal, mas que ainda não havia recebido nenhuma solicitação da administração municipal para a colocação de novos postes no bairro Morro Chic.

Fonte: Site G1 – Sul de Minas.

You may also like...

0 thoughts on “Engenheiro é encontrado morto no bairro Morro Chic em Itajubá, MG”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *