Após assembleia, servidores públicos anunciam greve em Alfenas

Após uma assembleia pública nesta sexta-feira (4), pelo menos 350 servidores públicos de diferentes setores da Prefeitura de Alfenas (MG) aderiram à greve proposta pelo sindicato. Eles reivindicam aumento salarial de pelo menos 25% e informaram que enquanto a administração não abrir negociações, manterão a greve.

Durante esta sexta-feira, escolas municipais e creches ficaram fechadas e não tiveram expediente. Os demais setores da prefeitura continuaram trabalhando. Segundo o diretor de comunicação do Sindicado dos Servidores Públicos, Neif Sarkis Rocha, a partir da próxima segunda-feira (7), os trabalhadores que estiveram presentes na assembleia não devem trabalhar.

“Não tivemos adesão por setores, mas tivemos uma adesão de funcionários de todos eles. Temos gente da Saúde, da Educação, dos Serviços Públicos, entre outros e seguiremos em greve por tempo indeterminado. Não voltaremos a trabalhar enquanto não tivermos negociações com a prefeitura”, disse.

De acordo com Rocha, a prefeitura concedeu aumento salarial de 27% a alguns médicos e ofereceu apenas 10% aos demais servidores, o que motivou a paralisação. “Queremos um reajuste no mínimo equivalente. Estamos pedindo pelo menos 25% de aumento parcelado em três vezes”, completou.

Questionado, o chefe de gabinete, Paulo Rodrigues de Carvalho informou que a prefeitura tem cerca de 2,5 mil funcionários públicos e que embora escolas e creches não tenham atuado nesta sexta-feira, na segunda-feira o expediente será normal. “Eles fizeram uma paralisação pacífica e nos informaram da greve, mas como não são todos os setores, teremos expediente normal e acredito que vamos conseguir chegar a uma proposta satisfatória para os dois lados”, pontuou.

Fonte: Site G1 – Sul de Minas.

You may also like...

0 thoughts on “Após assembleia, servidores públicos anunciam greve em Alfenas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *