Ex-prefeito condenado a 104 anos de prisão é transferido para o Sul de Minas

O ex-prefeito de Fortaleza de Minas,Jovani Neferson de Souza, e seu irmão , Jarbas Silas de Souza,  foram
transferidos da cadeia de Jacuí para a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de
Passos, MG.
De acordo com informações da justiça o político enriqueceu durante o mandato de prefeito na cidade.
Neferson foi acusado e condenado por cometer fraudes em licitações, peculato, apropriação de bens públicos
e por formação de quadrilha. Somadas todas as ações, a pena do ex-prefeito ultrapassa os 100 anos de prisão.
Após 9 anos presos em Jacuí, o ex-prefeito e o irmão foram transferidos para Apac, onde vão continuar cumprindo
pena e auxiliando nas atividades sem presença de policiais e agentes penitenciários. O advogado de Jovani e do irmão
acredita que vai conseguir liberdade para os dois ainda este ano.
Em 1993, a primeira vez que Jovani assumiu a prefeitura de Fortaleza de Minas ele declarou possuir R$ 7 mil  em bens.
Em 2001 quando ele voltou a assumir o cargo,  dois anos depois o patrimônio dele estava avaliado em R$ 8 milhões.
As investigações começaram e o político foi acusado por formação de quadrilha junto com os dois irmãos.
Ele foi afastado do cargo em 2004 e assim que a prisão preventiva saiu, ele fugiu.
No entanto, Neferson foi detido em agosto do ano seguinte em Franca, SP.
O outro irmão de Neferson, Joel Nélito de Souza, que era vice-prefeito de Fortaleza de Minas, ficou preso por dois anos. O Ministério Público não conseguiu provas suficientes para mantê-lo na cadeia, já que não havia assinaturas dele em muitos documentos.

You may also like...

0 thoughts on “Ex-prefeito condenado a 104 anos de prisão é transferido para o Sul de Minas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *