Racionamento de água atinge hospital em Monte Belo, MG

O racionamento de água em Monte Belo, MG atinge também o único hospital da cidade. Das 14h às 20h, o abastecimento está sendo interrompido no local. A preocupação no hospital se refere principalmente ao serviço de lavanderia da instituição e principalmente às emergências.

“Claro que há a preocupação sem dúvida de acontecer alguma urgência e faltar água”, diz a gerente administrativo do hospital, Juliana Novais.

Desde o dia 18 de julho, os moradores de Monte Belo enfrentam o racionamento de água. No sistema estabelecido pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), parte dos bairros fica sem abastecimento pela manhã e a outra parte no período da tarde.

O rodízio foi adotado nos 16 bairros da cidade porque o manancial que abastece a cidade está bem abaixo do nível. A vazão do Córrego das Pedras diminuiu 70% com a estiagem. Técnicos da Copasa têm feito perfurações de poços para ajudar no abastecimento. No entanto, por enquanto, os cerca de 10 mil moradores da zona urbana continuam sem água durante um período de 5 a 6 horas por dia.

“Hoje a gente está montando uma nova captação em uma fazenda, em que o manancial foi cedido por um proprietário particular. A partir de amanhã a gente consegue bombear essa água para ir aos poucos normalizando a situação”, diz o gerente do distrito Médio Rio Grande da Copasa, Ricardo César Bruno.

Além de Monte Belo, outros cinco municípios já adotaram esquema de racionamento de água no Sul de Minas por causa da estiagem: Carmo de Minas (MG), Cristina (MG), São João da Mata (MG), São Sebastião do Rio Verde (MG) e Jesuânia (MG). Dessas cidades, apenas Monte Belo é atendido pela Copasa. Os demais possuem autarquias municipais que são responsáveis pelo serviço.

FONTE: G1 SUL DE MINAS

You may also like...

0 thoughts on “Racionamento de água atinge hospital em Monte Belo, MG”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *