Espuma no Rio Santana intriga moradores de Pratápolis, MG

Uma grande quantidade de espuma que se formou no Rio Santana tem intrigado moradores de Pratápolis (MG). Eles têm reclamado que a substância provoca mau cheiro e que costuma cobrir o rio toda vez que chove.

As fotos da espuma, tiradas em um ponto onde existem duas cachoeiras, foram colocadas nas redes sociais. Moradores ficaram indignados com a possibilidade de contaminação do rio. Atualmente, o volume de espuma diminuiu, mas ainda é possível enxergar uma camada branca na superfície.

Além de Pratápolis, o Rio Santana passa por São Sebastião do Paraíso (MG), onde segundo a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), é captada água para abastecer a cidade. O secretário de Infraestrutura de Pratápolis, Reagildo Reis, esteve no local depois de ver as fotos na internet. Ele informou que não recebeu nenhuma denúncia dos moradores e afirma que, sem a presença da espuma, não é possível fazer a análise da água.

“O Meio ambiente informou que isso pode estar ocorrendo devido ao acúmulo de matéria orgânica. Devido à chuva da última semana e o nível do rio, que está bem abaixo, teve alto acúmulo de matéria orgânica. No momento não dá para fazer a análise porque não tem mais espuma, mas se acontecer de novo e nos avisarem no momento exato, poderemos coletar o material para ver a procedência real do que está acontecendo”, afirma.

A Copasa informou que o ponto onde é feita a captação para São Sebastião do Paraíso não recebe resíduos de nenhuma cidade e que a água captada no Rio Santana passa por um rigoroso processo de tratamento.

Fonte: G1 Sul de Minas

You may also like...

0 thoughts on “Espuma no Rio Santana intriga moradores de Pratápolis, MG”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *