Aumento de roubos a agências dos Correios preocupa moradores no Sul de Minas

O aumento de assaltos a agências dos Correios no Sul de Minas tem preocupado autoridades e moradores. As ações têm sido cada vez mais comuns. Somente neste ano foram 17 assaltos, contra apenas três registradas no ano passado. Para tentar evitar que este número continue aumentando, a polícia tem mudado a estratégia de segurança integrando a comunicação e os Correios investem em vigilância nas agências.

Em Poço Fundo (MG), já foram registrados três assaltos na agência da cidade somente neste ano. Com pouco mais de 15 mil habitantes e uma rotina tranquila, os moradores da cidade têm ficado assustados com a sequência de roubos. “Não tem segurança nenhuma ‘né’. Você chega aqui no Correio e não sabe quem está entrando, se é uma pessoa boa ou se é uma pessoa ruim”, comenta a doméstica Luciene Pereira Dias.

Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social, este ano foram registrados 74 assaltos a agências dos Correios mineiras, 44 a mais do que em 2013. No Sul de Minas, o número foi de  14 assaltos a mais que no ano passado, com 17 registrados este ano contra três no ano passado.

O delegado regional Celso Ávila afirma que o fato das agências terem um sistema de segurança vulnerável facilita a ação dos criminosos. “A facilidade de acesso às agências dos Correios [é grande], uma vez que elas não possuem vigilância armada, não possuem portas giratórias que impedem ou dificultam o acesso [dessas quadrilhas]. Imagens nos demonstram que [esses roubos] não duram mais do que 15 minutos. Então rapidamente eles rendem os clientes, funcionários, e subtraem quantias vultosas de dinheiro.”
Ainda segundo o delegado, muitos casos são semelhantes, com o uso de motocicletas e armas. Em imagens feitas por câmeras de segurança, em Poço Fundo, é possível ver que os bandidos entram e saem dos Correios tranquilamente, a mesma situação relatada por testemunhas nos cinco assaltos sofridos só este ano na agência de Campos Gerais (MG).
Para tentar combater esse tipo de crime, a polícia tem unido forças. “Estamos fazendo um trabalho conjunto com a Polícia Federal, Polícia Militar e a Polícia Civil de outros municípios, trocando informações e fazendo um trabalho de inteligência visando neutralizar essas ações”, explica Ávila.
A assessoria de imprensa da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos em Brasília (DF) informou que está investindo em estrutura para aumentar a segurança nas agências do país. Confira abaixo a nota na íntegra:
Os Correios hoje investem em medidas de segurança como contratação de vigilantes e aquisição de sistemas de alarme para agências, entre outros. Somente em 2013, os Correios instalaram equipamentos de segurança em mais 700 agências com Banco Postal. O número de agências abrangidas continua expandindo e até o fim de 2014, devem ser equipadas 2 mil unidades. O investimento visa a atender, sobretudo, a segurança dos trabalhadores e dos clientes.

FONTE: G1

You may also like...

0 thoughts on “Aumento de roubos a agências dos Correios preocupa moradores no Sul de Minas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *