Aparecimento de conchas preocupa pescadores do Lago de Furnas

O aparecimento de conchas tem deixado preocupados os pescadores do Lago de Furnas, em Carmo do Rio Claro (MG). Os misteriosos moluscos parecem estar se multiplicando e já começam a afetar o dia a dia na região.

“Está demais, todo lugar que você vai aqui na represa está cheio”, conta o pescador Noel Araújo Espineli.

O número de conchas cresceu tanto, que a direção da usina de Furnas já chegou a divulgar um panfleto educativo, informando que a disseminação é feita pelo homem e que pode causar enormes prejuízos.still0620_00002

“A preocupação é que ele não se prolifere, para não causar prejuízos pricipalmente na área da usina, porque essa espécie se acumula na tubulação e pode entupir e dificultar o fluxo de água”, diz o biólogo Carlos Frederico Loiola.

Os moradores da região acreditam que o molusco possa ser o mexilhão dourado, que tem origem na Ásia e teria vindo nos cascos de barcos argentinos. No entanto, a espécie tem como característica viver presa a superfícies e em grupos que podem chegar a até 200 mil em apenas 1m², o que não é visto no entorno do lago.

“É um outro molusco, com características diferentes de morfologia da concha. De comportamento diferente também do mexilhão dourado. Nós vamos levar para um laboratório de malacologia, onde se faz estudo de conchas e de moluscos, pra gente identificar e saber de que espécie se trata”, explica Loiola.

Acostumado a pescar em Furnas há mais de 30 anos, Onofre de Oliveira Campos diz que o molusco apareceu há alguns anos, e não esconde a inquietação. “Preocupa porque não sabe se ele é predador, se traz doenças ou não”.

G1 Sul de Minas

You may also like...

0 thoughts on “Aparecimento de conchas preocupa pescadores do Lago de Furnas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *