Rompimento de adutora compromete abastecimento de água em Cambuí

O rompimento da adutora de uma hidrelétrica desativada na zona rural de Cambuí (MG) comprometeu o abastecimento de água na cidade. A terra que estava em cima da tubulação foi parar no Rio do Peixe, um dos locais de captação, e comprometeu três milhões de litros de água usados no abastecimento dos moradores.

A água abastece 30% das casas de Cambuí e todas as casas do Distrito de Rio do Peixe, que pertence ao município.

“No bairro do Rio do Peixe, 100% do volume de tratamento foi comprometido. Lá no bairro nós temos dois reservatórios, com capacidade de 300 mil litros, e isso dá para suprir neste momento emergencial”, disse o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Cambuí, Luiz Paulo Claudino.

O dono da propriedade onde a adutora se rompeu mora em São Paulo e foi para o local assim que soube do ocorrido. Ele diz que ainda não sabe o que irá fazer.

“Foi difícil para entender o que aconteceu. Eu nem imaginava que tinha sido isso, quando os vizinhos passaram aqui e viram e me comunicaram. Eu não fazia ideia da dimensão da cratera. Até agora não caiu a ficha, é uma coisa que não dá nem para imaginar”, disse o produtor rural José Del Forno.

O Saae disse que irá tomar medidas para tentar recuperar o abastecimento de água no rio.

“A ideia é fazer a desobstrução aqui do rio pra que, mais tardar três ou quatro dias, seja normalizado o abastecimento de água”, disse o diretor do Saae.

Em nota, a Prefeitura de Cambuí disse que uma equipe técnica do Saae esteve no local para fazer reparos na adutora e que nesta quarta-feira (4), a tubulação vai começar a ser refeita. O trabalho deve levar cerca de 20 dias.

A prefeitura pediu para que enquanto esse trabalho for feito, as pessoas economizem água. Já a Polícia Militar do Meio Ambiente informou que ainda não sabe o que causou o rompimento da adutora. Uma equipe da polícia também deverá ir ao local.

Fonte: G1

You may also like...

0 thoughts on “Rompimento de adutora compromete abastecimento de água em Cambuí”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *