Matança de gado preocupa produtores rurais em Três Corações, MG

Produtores rurais estão preocupados com o aumento do número de cabeças de gado encontradas mortas em propriedades na zona rural de Três Corações (MG). Nos últimos dias, várias fazendas foram invadidas. O que tem chamado a atenção dos fazendeiros e, até da polícia, é que os assaltantes matam os animais no local, mas fogem levando somente a carne. A cabeça e o couro dos novilhos estão sendo abandonados nas propriedades.

Em uma das propriedades, os peritos encontraram rastros de sangue que, segundo o delegado, podem ajudar nas investigações. Para a Polícia Civil, a suspeita é que os furtos tenham sido encomendados para a venda de carne. Além disso, os policiais desconfiam que a ação está sendo executada por mais de uma pessoa.

“A pessoa que furtou isso, com certeza, levou para venda em algum açougue, ou seja, para consumo humano mesmo. E, tinha conhecimento técnico, por assim dizer, para retirar com eficiência a carne”, disse o delegado Alisson Felipe Procópio Sentevilles.

Na fazenda de ‘Seo’ Joaquim foram encontradas dentro da vala somente partes de uma novilha. Segundo ele, o animal estava no pasto com o restante do gado, mas de madrugada teria sido levada para dentro do curral e morta pelos criminosos.

“Largaram o couro, a cabeça e levaram só a carne. O vizinho também me contou que mataram um garrote dele, daí eu disse que tinham matado um meu também. A polícia veio, mas não teve jeito. Nada [podia] ser feito”, contou o produtor rural Joaquim Borges.

Outra propriedade na cidade também foi vítima do mesmo crime. Segundo o dono do local, há pouco mais de 15 dias, uma vaca já tinha sido destrinchada no pasto. E, no último sábado (17), o vaqueiro, que costuma alimentar o gado, encontrou outra cabeça abatida.

A perícia da Polícia Civil investiga o caso, mas até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso.

Fonte:G1

You may also like...

0 thoughts on “Matança de gado preocupa produtores rurais em Três Corações, MG”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *